O poder da ligação materna

Entre mãe e filho se desenvolve um tipo de ligação indescritível. É quase um sexto sentido. De repente, a mulher, agora mãe, se torna atenta a uma ampla gama de choros/sorrisos/gestos do seu bebê.

Existem muitos estudos a respeito, mas o que se tem certeza é que esse laço fornece ao bebê o primeiro padrão de relacionamento, além de promover uma sensação de segurança e auto-estima positiva. Você já se perguntou porque esse vínculo é tão importante? A ligação entre mãe e filho é essencial para um bebê.

Um estudo realizado em macacos recém-nascidos, dividia-os em dois grupos. Um grupo com mães de verdade e outro com mães manequins, porém feitas de material similar ao pelo original dos macacos. O resultado não podia ser outro: os bebês com mães reais se mostraram mais sociáveis e tranquilos. Já os macacos com mães manequins eram introspectivos e mais propensos a sofrer de desespero. Cientistas acreditam que o resultado seria o mesmo em bebês humanos.

Para um bebê a ligação com a mãe é imediata e espontânea, porém,  para algumas mulheres leva algum tempo para acontecer. É possível afirmar que esse vinculo é resultado de um processo, não de algo que ocorre dentro de minutos e nem obrigatoriamente dentro de um determinado período de tempo após o nascimento.

Se você acaba de ser mamãe e está preocupada o conselho é simples: o melhor é esperar, cuidar e estar atenta. Mesmo sem perceber que já aconteceu, você vai acabar identificando cada tipos de choro e sorrisos ao menor sinal do seu bebê.