Células-tronco

Entenda o que são, a origem e como o Hemocord armazena estas células para futuros tratamentos.

O que são Células-Tronco?

As células-tronco são células imaturas e indiferenciadas, que apresentam duas características fundamentais: habilidade de autorrenovar sua população e de se diferenciar em células maduras e funcionalmente especializadas.

As células-tronco podem ser classificadas em embrionárias e adultas. As células-tronco embrionárias são capazes de originar diferentes tipos de células especializadas que formam cada tecido ou órgão do corpo humano. Já as células-tronco adultas possuem importantes funções no decorrer da nossa vida, reparando os tecidos lesionados e repondo as células que morrem periodicamente, tais como as células da pele, do cabelo, as células sanguíneas e as que revestem o trato gastrointestinal.

Qual a origem das Células-Tronco?

As células-tronco embrionárias são células presentes no embrião com 5 dias de vida – o blastocisto – e são responsáveis pela constituição de todos os tecidos e órgãos do ser humano. A retirada dessas células inviabiliza o desenvolvimento do embrião, e por isso o seu uso envolve diversas questões éticas e religiosas. Todas as outras fontes são de células-tronco adultas, incluindo as células-tronco presentes no tecido fetal e no sangue e tecido do cordão umbilical. Essas células já possuem certo grau de diferenciação e especialização em tecidos específicos, como o tecido hematopoiético – responsável pela produção de células sanguíneas, por exemplo.

Neste sentido, tecidos derivados do feto/neonato são importantes fontes de células-tronco adultas, como as células-tronco hematopoiéticas presentes no sangue de cordão umbilical, e as células-tronco mesenquimais presentes no próprio tecido do cordão umbilical, placenta e membranas fetais.

Medicina Regenerativa

O que é Medicina Regenerativa?

Área da medicina que busca tratamentos através da regeneração ou reparação de células, tecidos ou órgãos danificados. Para atingir esse objetivo podem ser empregadas diferentes técnicas, entre elas a Terapia Celular.

O que é Terapia Celular?

Significa o uso de células – incluindo as células-tronco – com finalidade terapêutica. As células podem ser aplicadas de forma sistêmica ou localmente no tecido ou órgão comprometido, para substituição de células perdidas e/ou para estimular o reparo necessário

Terapia Celular
Medicina personalizada

Medicina personalizada:

A medicina personalizada ou medicina de precisão é uma área da medicina que propõe alternativas terapêuticas individualizadas a partir de estudo de perfil genético e características físicas de uma pessoa.

O papel das células-tronco é de ser uma fonte ilimitada de material biológico armazenado, que possibilite estudo, correção de alterações e produção de terapias de forma personalizada e específica.

Consulte aqui a publicação sobre o tema e a Universidade Johns Hopkins – Escola de Medicina, EUA.

Confira alguns exemplos de medicina personalizada:

Aplicações atuais:

Na lista abaixo constam as doenças tratadas por meio de terapia celular:

Tumores Sólidos

Gliomas de alto grauAUTÓLOGO
MeduloblastomaAUTÓLOGO
NeuroblastomaAUTÓLOGO
PineoblastomaAUTÓLOGO
RetinoblastomaAUTÓLOGO
Sarcoma de EwingAUTÓLOGO
Tumor de células germinativasAUTÓLOGO
Tumor de WilmsAUTÓLOGO
Tumor teratóide-rabdóideAUTÓLOGO
Tumores do sistema nervoso centralAUTÓLOGO

Doenças Hematológicas Malignas

Anemia refratária com excesso de blastosALOGÊNICO
Anemia refratária com sideroblastosALOGÊNICO
Citopenias refratáriasALOGÊNICO
Granulomatose linfomatóideALOGÊNICO
Histiocitose de células de LangerhansALOGÊNICO
Leucemia aguda indiferenciadaALOGÊNICO
Leucemia aguda promielocíticaALOGÊNICO
Leucemia bifenotípicaALOGÊNICO
Leucemia de plasmócitosALOGÊNICOAUTÓLOGO
Leucemia linfóide agudaALOGÊNICO
Leucemia linfóide crônicaALOGÊNICO
Leucemia mielóide agudaALOGÊNICO
Leucemia mielóide crônicaALOGÊNICO
Leucemia mielóide crônica BCR/ABL negativoALOGÊNICO
Leucemia mielomonocítica crônicaALOGÊNICO
Leucemia mielomonocítica juvenilALOGÊNICO
Linfoma anaplásico de grandes célulasALOGÊNICOAUTÓLOGO
Linfoma de BurkittALOGÊNICOAUTÓLOGO
Linfoma de HodgkinALOGÊNICOAUTÓLOGO
Linfoma difuso de grandes células BALOGÊNICOAUTÓLOGO
Linfoma linfoblásticoALOGÊNICOAUTÓLOGO
Linfoma não-HodgkinALOGÊNICOAUTÓLOGO
Macroglobulinemia de WaldenstromALOGÊNICOAUTÓLOGO
MielofibroseALOGÊNICO
Mieloma múltiploALOGÊNICOAUTÓLOGO

Imunodeficiências

Agamaglobulinemia ligada ao XALOGÊNICO
Ataxia-telangiectasiaALOGÊNICO
Deficiência de adesão leucocitáriaALOGÊNICO
Deficiência de MHC classe IIALOGÊNICO
Deficiência de purina nucleosídeo fosfarilaseALOGÊNICO
Deficiência de ZAP-70ALOGÊNICO
Deficiência do receptor gama-interferonALOGÊNICO
Disgenesia reticularALOGÊNICO
Displasia reticularALOGÊNICO
Displasia tímicaALOGÊNICO
Doença granulomatosa crônicaALOGÊNICO
Doença linfoproliferativa ligada ao XALOGÊNICO
Imunodeficiência combinada grave com células B e sem células TALOGÊNICO
Imunodeficiência combinada grave com deficiência de adenosina deaminaseALOGÊNICO
Imunodeficiência combinada grave sem células T e BALOGÊNICO
Imunodeficiência comum variávelALOGÊNICO
Imunodeficiência ligada ao XALOGÊNICO
Linfohistiocitose familiarALOGÊNICO
Porfiria eritropoiéticaALOGÊNICO
Síndrome de Chediak-HigashiALOGÊNICO
Síndrome de DiGeorgeALOGÊNICO
Síndrome de GriscelliALOGÊNICO
Síndrome de hiper-IgMALOGÊNICO
Síndrome de MorquioALOGÊNICO
Síndrome de OmennALOGÊNICO
Síndrome de PearsonALOGÊNICO
Síndrome de Wiskott-AldrichALOGÊNICO
Síndrome Hermansky-PudlakALOGÊNICO

Hemoglobinopatias

Anemia Diamond - BlackfanALOGÊNICO
Anemia falciformeALOGÊNICO
Doença Hb-SCALOGÊNICO
S – β TalassemiaALOGÊNICO
α Talassemia MajorALOGÊNICO
β Talassemia MajorALOGÊNICO

Distúrbios Metabólicos

Adrenoleucodistrofia ligada ao cromossomo XALOGÊNICO
Alfa manosidoseALOGÊNICO
AspartilglicosaminúriaALOGÊNICO
Doença de BattenALOGÊNICO
Doença de GaucherALOGÊNICO
Doença de GuntherALOGÊNICO
Doença de KrabbeALOGÊNICO
Doença de Lesch-NyhanALOGÊNICO
Doença de Tay-SachsALOGÊNICO
Doença de WolmanALOGÊNICO
FucosidoseALOGÊNICO
GangliosidoseALOGÊNICO
Leucodistrofia metacromáticaALOGÊNICO
Lipofucosinose ceroide infantilALOGÊNICO
Mucolipidose tipos II, IIIALOGÊNICO
OsteopetroseALOGÊNICO
Síndrome de Hermansky-PudlakALOGÊNICO
Síndrome de HunterALOGÊNICO
Síndrome de HurlerALOGÊNICO
Síndrome de Hurler-ScheieALOGÊNICO
Síndrome de Maroteaux-LamyALOGÊNICO
Síndrome de Niemann PickALOGÊNICO
Síndrome de SandhoffALOGÊNICO
Síndrome de Sanfilippo (Mucopolissacaridoses III)ALOGÊNICO
Síndrome de SlyALOGÊNICO

Falência Medular

Anemia aplásticaALOGÊNICOAUTÓLOGO
Anemia de FanconiALOGÊNICO
Anemia deseritropoiética congênitaALOGÊNICO
Anemia sideroblástica congênitaALOGÊNICO
Aplasia pura da série vermelhaALOGÊNICO
Disceratose congênitaALOGÊNICO
Doença de GlanzmannALOGÊNICO
Hemoglobinúria paroxística noturnaALOGÊNICO
Neutropenia auto-imune severaALOGÊNICO
Neutropenia congênitaALOGÊNICO
Síndrome de Blackfan-DiamondALOGÊNICO
Síndrome de EvanALOGÊNICO
Síndrome de KostmannALOGÊNICO
Síndrome de Schwachman-DiamondALOGÊNICO
Trombocitopenia amegacariocíticaALOGÊNICO

*Devido aos resultados positivos observados nos estudos clínicos, o órgão regulamentador americano FDA aprovou o protocolo estendido de uso do sangue de cordão umbilical fora do contexto de estudo clínico, dentro da Universidade Duke nos EUA. Ou seja, as famílias podem pagar para a realização do tratamento nos EUA, mediante análise de cada caso pelo Comitê Médico.

Referências:

  1. Bashir, Q. e cols. Umbilical cord blood transplantation. Clin Adv Hematol. 8, 786-801 (2010).
  2. Bishop, M. R. e cols. Long-term Outcomes of Adults with Acute Lymphoblastic Leukemia after Autologous or Unrelated Donor Bone Marrow Transplantation A Comparative Analysis by the National Marrow Donor Program and Center for International Blood and Marrow Transplant Research. Bone Marrow Transplant. 2008. 41, 635–642 (2008).
  3. Butler, M. G. e cols. Umbilical cord blood banking: an update. J Assist Reprod Genet. 28, 669-676 (2011).
  4. Keating A, e cols. Autologous blood cell transplantation versus HLA- identical sibling transplantation for acute myeloid leukemia in first complete remission: a registry study from the Center for International Blood and Marrow Transplantation Research. Haematologica. 98, 185– 192 (2013).
  5. Seber, A. e cols. Indications for Pediatric Hematopoietic Stem Cell Transplantation: Consensus presented at the First Meeting on Brazilian Hematopoietic Stem Cell Transplantation Guidelines – Brazilian Society of Bone Marrow Transplantation. Rev Bras Hematol Hemoter. 32, 225- 239 (2010).
  6. Stanevsky, A. e cols. Umbilical cord blood transplantation: pros, cons and beyond. Blood Rev. 23, 199-204 (2009).

Aplicações emergentes:

Profissionais médicos e pesquisadores estão progredindo significativamente e avaliando a segurança e eficácia da terapia celular em estudos clínicos, muito além do seu uso em cânceres e doenças hematológicas. O estudo clínico envolve pesquisa com voluntários humanos, na intenção de aprimorar o conhecimento médico-científico relacionado ao diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças ou determinadas condições. O site www.clinicaltrials.gov oferece informações sobre estudos clínicos controlados em voluntários humanos, em aproximadamente 190 países. De acordo com os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA (National Institutes of Health – NIH), os ensaios clínicos são conduzidos em quatro fases:

  • Fase I – o tratamento é realizado em poucos pacientes (entre 20 a 80) para avaliação da segurança, dose e efeitos indesejáveis.
  • Fase II – o tratamento é realizado em um grupo maior de pacientes (entre 100 a 300), para avaliação da eficácia e segurança.
  • Fase III – o tratamento é realizado em grandes grupos de pacientes (entre 1.000 a 3.000), para a confirmação da eficácia, dos efeitos indesejáveis, e para a comparação com tratamentos convencionais.
  • Fase IV – nesta fase, os ensaios clínicos são realizados após aprovação/comercialização, e estudam os riscos, benefícios e aprimoramento do uso do produto ou técnica.”

Busca de Ensaios Clínicos

Ficou com
alguma dúvida?

Fale agora com um dos nossos consultores

Contrate agora
o Hemocord.

Leve muito mais saúde para a sua família.