semanas de gestação as primeiras semanas

Semana de gestação: Saiba tudo da 1ª à 12ª

A gravidez é uma época de descobertas quase diárias. Cada dia é uma nova etapa e, por isso, preparamos um texto com os acontecimentos diários relacionados às primeiras 12 semanas de gestação.

Aqui você pode navegar para a semana de gestação que você tem mais interesse:

  1. Primeira Semana
  2. Segunda Semana
  3. Terceira Semana
  4. Quarta Semana
  5. Quinta Semana
  6. Sexta Semana
  7. Sétima Semana
  8. Oitava Semana
  9. Nona Semana
  10. Décima Semana
  11. Décima Primeira Semana
  12. Décima Segunda Semana

app gravidez

 

 

Confira:

SEMANA 1 – GESTAÇÃO

Se você tem a menstruação regulada, o primeiro dia de fluxo é considerado como a tão famosa “data da última menstruação”. A partir de então, é calculado o número de semanas de uma gestação. Por que isso é importante? Basicamente, por 3 motivos:

  • o dia exato da ovulação e da fecundação é difícil de precisar;
  • alguns meses da gravidez terão mais de 30 dias;
  • a data passa a ser uma indicação temporal para se adotar a idade “obstétrica” de referência.

Com a gravidez confirmada, o melhor a fazer é agendar uma consulta médica o quanto antes para iniciar o pré-natal.

SEU CORPO

Como acontece todos os meses, seu corpo está se preparando para receber uma nova vida. O estrogênio faz com que o útero seja revestido por uma espessa camada de tecido, bem irrigada de sangue. O aumento na liberação de progesterona prepara o útero para sustentar um possível óvulo fertilizado. Ao mesmo tempo, nos ovários, óvulos amadurecem dentro dos folículos, que são bolsas cheias de líquido. Nesse curto período de preparação do corpo, a concepção pode ocorrer quando um espermatozoide chega até o óvulo.

Primeira semana de gestação - fecundação

É bem possível que, mesmo antes de confirmar a gravidez, você já tivesse notado alguma coisa diferente nos seios. Essa mudança – que pode ser na forma de maior sensibilidade ou até de dor – é, na realidade, um dos primeiros sintomas da gravidez.

Fica aqui uma dica: se você mantiver relação sexual no dia da ovulação ou logo após, a probabilidade de ser menino é maior. Mas, se for um ou dois dias antes da ovulação, a probabilidade maior é de ser menina.

Segunda Semana de Gestação

SEMANA 2 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

Nessa semana ocorreu a ovulação e a fertilização do óvulo pelo espermatozóide. O embrião formado a partir daí será transportado para a cavidade do útero através de um movimento de propulsão da Trompa de Falópio (órgão que conecta o ovário ao útero). As células-tronco totipotentes geradas a partir da fecundação estão a mil por hora, se multiplicando com o poder e a responsabilidade de formar cada tecido e órgão do ser vivo que está se gerando. Doze dias após a fertilização, já é possível fazer o diagnóstico da gravidez através do exame ß-hCG. Inicie o pré-natal. As mudanças no seu corpo ainda são imperceptíveis, mas já existem alguns cuidados que você pode tomar.

SEMANA 2 – 2º dia

SEU CORPO

Nesse curto período de preparação do corpo, a concepção ocorre quando um espermatozóide consegue nadar até a tuba uterina e penetrar o óvulo, entre às 12 e 24 horas seguintes à liberação do óvulo. Logo depois de ser fertilizado, o óvulo, que agora se chama zigoto, fecha sua membrana exterior para os outros 250 espermatozoides (em média), que também haviam conseguido chegar até o óvulo (lembrando que, por ejaculação, são liberados, em média, cerca de 300 milhões de espermatozóides).

SEMANA 2 – 3º dia

SEU CORPO E SEU BEBÊ

Após a fecundação, o futuro bebê – ainda muito, muito pequeno – chega ao útero, através das trompas, e lá se firma ou se “implanta”, onde então começa a crescer a placenta. Durante o processo, algumas veias podem acabar se rompendo, causando um ligeiro sangramento. Essas pequenas perdas de sangue no comecinho da gravidez são conhecidas como sangramento de implantação, e algumas mulheres nem se dão conta do que está acontecendo, uma vez que aparecem mais ou menos na época esperada da menstruação. Tudo isso é normal e, geralmente, não há motivos de preocupação, mas se você tiver um sangramento intenso, não deixe de procurar orientação médica.

SEMANA 2 – 4º dia

SEU CORPO

Antes de qualquer coisa, fique ciente de que, não tem jeito, você vai engordar. O ganho de peso é necessário porque seu corpo está crescendo e mudando a fim de proporcionar as melhores condições para o bebê. Ao nascer, ele vai pesar em torno de 3,3 quilos. Veja, em média, para onde vão os quilos extras:

  • ao longo da gravidez, a camada muscular do seu útero cresce bastante e passa a pesar 900 gramas a mais;
  • a placenta, que nutre o bebê, pesa 700 gramas ao final da gravidez;
  • seus seios aumentam de tamanho e pesam 400 gramas a mais;
  • o volume de sangue que circula no seu corpo cresce, e todo o sangue extra pesa 1,2 quilos;
  • você acumula líquido no organismo, além do líquido amniótico que envolve o bebê, num total, em média, de 2 quilos;
  • você acumula gordura no corpo durante a gravidez para garantir um estoque extra de energia para a fase da amamentação. Esse total é de cerca de 4 quilos;
  • ao final da gravidez, com base nessa média, você estaria pesando 12,5 quilos a mais do que pesava antes de engravidar.

SEMANA 2 – 5º dia

SUA SAÚDE

Os especialistas afirmam que mulheres com IMC (índice de massa corpórea) pré-gravidez mais alto devem tentar engordar o menos possível na gestação. O ganho excessivo de peso pode aumentar o risco de hipertensão e diabete gestacional, além da possibilidade do bebê ficar grande demais. Mas não é para tentar fazer regime. Pesquisas mostram que – para mulheres grávidas acima do peso ou que tenham engordado mais do que o recomendável na primeira metade da gestação – uma dieta de baixa caloria não reduz o risco de pressão alta ou pré-eclâmpsia. O bebê também não será beneficiado se você fizer regime. O melhor a fazer é conseguir orientações sobre como se alimentar de forma sensata e balanceada, para que os quilos não se acumulem demais e o bebê cresça saudável. Tente manter a alimentação normal e diminuir o consumo de bolachas, bolos, doces e sorvetes, que não são muito nutritivos. Existem até muitos casos de mulheres que engravidam acima do peso, começam a prestar mais atenção à alimentação e acabam até emagrecendo, ou ganhando pouquíssimo peso, durante a gestação.

SEMANA 2 – 6º dia

ATIVIDADE FÍSICA

Os exercícios promovem o tônus muscular, a força e a resistência que ajudarão seu corpo a carregar o peso extra da gravidez; prepara você para o esforço do parto; e, ainda, colabora para seu corpo voltar à forma depois de o bebê nascer. A atividade física na gestação também diminui desconfortos físicos, como dores nas costasprisão de ventrefadiga e inchaço, além de ajudar a manter seu humor mais estável, assim como a sua autoestima e o seu sono em dia. Quando a mulher tem um bom condicionamento físico antes de engravidar, ela fica com mais condições de manter um bom nível de atividade durante a gestação, já que não é hora, na gravidez, de experimentar esportes novos ou de mais impacto.

SEMANA 2 – 7º dia

EXERCÍCIOS E SAÚDE

Algumas mulheres precisam de mais cuidados para fazer exercícios. Converse com seu médico antes de iniciar qualquer atividade se você tem pressão alta, corre risco de um parto prematuro ou se já passou por algumas das situações abaixo:

  • ameaça de aborto espontâneo;
  • bebê prematuro no passado;
  • sangramento forte;
  • problemas na coluna lombar ou nas articulações do quadril; e
  • doença pré-existente.

Terceira Semana de Gestação

SEMANA 3 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

Será que já tem alguma coisa acontecendo dentro do útero? Na verdade, muita! Nesse momento, seu futuro bebê é uma minúscula bolinha formada por centenas de células que se multiplicam freneticamente. Quando essa bola de células (chamada blastocisto) se assentarem em seu útero, a parte dela que se transformará na placenta vai começar a produzir o hormônio da gravidez (gonadotrofina coriônica humana, hCG). Veja mais detalhes na figura.

Obs.: Segundo os especialistas, cada bebê se desenvolve em seu próprio ritmo, até dentro do útero. As páginas de desenvolvimento fetal têm o objetivo de dar apenas uma ideia geral de como o bebê cresce durante a gravidez.

SEMANA 3 – 2º dia

CÓLICA E GRAVIDEZ

Carregar um bebê na barriga pressiona os músculos, ligamentos, veias e outros tecidos internos do seu corpo, portanto, não é de surpreender que você fique desconfortável. A maior parte dessas dores melhora se você mudar de posição ou encontrar uma forma de relaxar. No entanto, se houver outros sintomas, como febre, sangramentos, calafrios, vômitos e dor ao urinar, pode ser sinal de um problema mais sério, e você deve procurar orientação médica imediatamente.

SEMANA 3 – 3º dia

SONECAS E COCHILOS

No comecinho da gravidez, é bem provável que você passe o dia com sono. A repentina necessidade de uma soneca é provocada pelo aumento nos níveis de progesterona, fenômeno normal na gestação. Esse hormônio feminino ajuda a controlar seu ciclo reprodutivo. A presença da progesterona pode transformar um dia normal de trabalho numa verdadeira maratona; talvez, você fique tão exausta que pense estar prestes a pegar uma gripe. O paradoxal é que, apesar de a progesterona fazer você ficar morrendo de sono durante o dia, à noite ela atrapalha seu sono, o que por sua vez faz você ficar ainda mais sonolenta no dia seguinte. Infelizmente, não há muita saída para esse círculo vicioso. O jeito é descansar o máximo que puder – mesmo que não dê para dormir – e aproveitar qualquer oportunidade para tirar aquela tão sonhada sonequinha da tarde.

SEMANA 3 – 4º dia

O primeiro trimestre é o momento ideal para você ir se acostumando a dormir do lado esquerdo. Essa posição melhora o fluxo de sangue e de nutrientes para o bebê e o útero, além de ajudar os rins a se livrarem das toxinas e do líquido que se acumulam no corpo. Quanto mais rápido você se acostumar a dormir nessa posição, melhor vai repousar quando sua barriga começar a crescer. Seus seios doloridos podem dificultar a tarefa de achar uma boa posição para dormir, principalmente, se você estiver acostumada a deitar de bruços. Dormir com um sutiã confortável pode trazer algum alívio.

SEMANA 3 – 5º dia

O iodo, um micronutriente essencial presente em alimentos, como o leite, o ovo, o queijo e o bacalhau, contribui para a maturação do sistema nervoso do bebê e para o seu desenvolvimento adequado. Encha a geladeira de comidas saudáveis e fique de olho na sua alimentação. Vegetais de folhas verdes escuras, laranjas, cereais integrais, leguminosas, levedura e carnes são alguns dos alimentos ricos em ácido fólico e ferro. Apesar de você ainda não estar “comendo por dois”, é bom já ir acostumando seu organismo a nutrientes que serão essenciais para uma gravidez saudável.

SEMANA 3 – 6º dia

Se você está tomando ácido fólico, parabéns! Está cientificamente comprovado que o ácido fólico (uma vitamina do complexo B presente no espinafre, aspargo, brócolis, vegetais de folhas verdes escuras, fígado, frutas cítricas e gema de ovo) diminui a incidência de malformações no bebê, como, por exemplo, a espinha bífida, o lábio leporino e o palato fendido. Lembre-se também de fazer caminhadas diárias. Exercícios que fortalecem a musculatura das pernas, abdome e pelve são preparatórios para o parto.

SEMANA 3 – 7º dia

Tenha o costume de beber de oito a dez copos de água por dia, mesmo que também consuma outros tipos de bebidas não alcoólicas! E, quando se sentir cansada, evite as bebidas à base de cafeína para dar aquela “acordada”, porque, na verdade, elas contribuem para desidratá-la e você só vai acabar se sentindo mais exausta ainda depois. No lugar do cafezinho ou chá gelado para despertar, experimente um copo de água com uma fatia de limão dentro, uma limonada ou então uma refrescante água de coco (natural ou industrializada).

Quarta Semana de Gestação

SEMANA 4 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

O aglomerado de células – agora chamado embrião – que está crescendo dentro do seu útero é do tamanho de uma semente de maçã. Ele se divide em camadas que, mais tarde, vão formar órgãos e tecidos. O tubo neural – a partir do qual vão brotar o cérebro, a espinha dorsal, a medula espinhal e os nervos – desenvolve-se na camada superior. O coração e o sistema circulatório começam a aparecer na camada do meio. Ao mesmo tempo, já estão funcionando uma primeira versão da placenta (as vilosidades coriônicas) e o cordão umbilical, que leva nutrientes e oxigênio para o bebê. Veja mais detalhes

Basltocisto na quarta semana de gestação

 

SEMANA 4 – 2º dia

GESTAÇÃO

Sua menstruação está atrasada e os seios estão aumentados e dolorosos. Tudo devido ao início da produção de progesterona, o principal hormônio da gravidez, e ao blastocisto (estágio do embrião humano) que se implantou na parede do útero. Caso você faça uma ultrassonografia, será visível o saco gestacional implantado no fundo do útero e a vesícula vitelínica que leva nutrientes ao embrião, esse, ainda não visível.

SEMANA 4 – 3º dia

GESTAÇÃO

Esta fase é muito importante para confirmar se o saco gestacional está no lugar certo, ou seja, dentro da cavidade uterina ou se, ao invés disso, sua implantação ocorreu fora do útero, ao que se denomina gravidez ectópica, considerada uma emergência médica. A placenta – órgão que conecta a sua circulação com a do embrião – começa a ter forma e se adere à parede do útero no lugar da implantação. O cordão umbilical sai de um lado da placenta. O líquido amniótico, que protege o bebê durante a gravidez, está se formando dentro desse revestimento ou membrana.

SEMANA 4 – 4º dia

SEU CORPO E SUA SAÚDE

Carregar um bebê na barriga pressiona os músculos, os ligamentos, as veias e os outros tecidos internos do seu corpo, portanto, não é de surpreender que você fique desconfortável. A maior parte dessas dores melhora se você mudar de posição ou encontrar uma forma de relaxar. No entanto, se houver outros sintomas, como febre, sangramentos, calafrios, vômitos e dor ao urinar, pode ser sinal de um problema mais sério e você deve procurar orientação médica imediatamente. As primeiras sete semanas são o período chamado de “organogênese”, ou seja, da formação dos órgãos. Por isso, devemos ter especial atenção para a  exposição a doenças ou substâncias químicas. Evite ficar por longos períodos em locais poluídos, principalmente, onde há fumaça de cigarro, pois apesar de ser aspirado indiretamente, pode ser prejudicial para você e para o feto. A redução de níveis de oxigênio, além de componentes químicos derivados do petróleo presentes no ar poluído proveniente do tráfego, além de outros poluentes no ar que aspiramos, pode influenciar tanto na formação dos órgãos do feto e da placenta, quanto na incidência de doenças respiratórias do bebê após o nascimento.

SEMANA 4 – 5º dia

Na gravidez, sua pele retém mais umidade e fica mais hidratada, amenizando ruguinhas e linhas de expressão. O tom rosado, principalmente nas mulheres de pele clara, deve-se ao aumento da quantidade de sangue que circula no corpo. O lado ruim disso é que, às vezes, o corado vira “vermelhão”. Irritações na pele ficam mais visíveis e seu rosto pode ficar inchado devido à retenção de líquido. Não adianta reduzir a ingestão de líquido para amenizar o inchaço, pelo contrário, beber bastante água na gravidez é fundamental para a saúde. A vermelhidão do rosto vai melhorar depois que o bebê nascer. Se você quiser escondê-la, tente usar uma base hidratante, mas nunca cremes à base de ácido retinóico.

SEMANA 4 – 6º dia

SUA SAÚDE

Manchas chamadas cloasma ou “máscara da gravidez”. Elas são provocadas por mudanças na pigmentação da pele e podem aparecer em qualquer lugar do rosto ou do pescoço. Em mulheres de pele bem morena ou negra, as manchas podem ser mais claras que a pele. O cloasma é causado pelo aumento na produção da melanina, o hormônio responsável pelo bronzeado, que protege a pele dos raios ultravioleta. A exposição ao sol deixa as manchas mais escuras, portanto, se você tem pele clara, passe protetor solar no rosto todos os dias e use chapéu de abas largas, caso vá ficar muito tempo sob o sol. Se as manchas estiverem incomodando muito, tente disfarçá-las com uma base. Elas vão começar a desaparecer cerca de três meses depois que o bebê nascer. A deficiência de ácido fólico pode favorecer o surgimento de manchas. Por isso, capriche no consumo de ácido fólico nos alimentos (como grãos integrais e verduras escuras) e tomando um suplemento (se for indicado por seu ginecologista).

SEMANA 4 – 7º dia

SUA VIDA

Só porque você está grávida não quer dizer que esteja condenada a usar batas em tons pastéis ou roupas de malha. O preto funciona muito bem para as futuras mamães e é fácil de combinar com qualquer coisa. As consultoras de moda não recomendam muito tecidos listrados na horizontal, mas se sua camiseta preferida ainda cai bem, por que não? Hoje em dia tem várias opções de lojas que, ao invés de “roupas de grávida”, oferecem “moda gestante” pra você ficar linda!

Quinta Semana de Gestação

SEMANA 5 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

Acredite ou não, mesmo que você não pareça nem um pouco grávida ainda, o coração do seu bebê já está batendo. Com 5 semanas o embrião já está visível na ultrassonografia e mede em torno de 2 milímetros. Ele passará por um estirão esta semana. O coração está se dividindo em câmaras e logo assumirá um ritmo mais regular. Os órgãos principais, como os rins e o fígado, começam a crescer. O tubo neural, que liga o cérebro e a medula espinhal, vai se fechar nesta semana. Começam a brotar os membros superiores e inferiores do embrião, botõezinhos que darão origem aos braços e às pernas do bebê. Os intestinos estão se desenvolvendo. Abaixo da abertura, que mais tarde será a boca do seu bebê, há pequenas dobras onde o pescoço e a arcada inferior vão se desenvolver. Os traços faciais já começam a se desenvolver nesta semana. As narinas se diferenciam e a primeira versão da retina nos olhos está em formação. Veja mais detalhes –

Embrião na 5ª semana de gestação

 

SEMANA 5 – 2º dia

GESTAÇÃO

A placenta começou a se formar na semana passada, e o cordão umbilical está trabalhando totalmente para canalizar os nutrientes necessários do seu corpo ao do embrião. O oxigênio, os aminoácidos, a gordura e os açúcares são essenciais nesse projeto incrível de construção de um ser humano. Comece a tomar ácido fólico (vitamina B9), caso já não esteja usando, o quanto antes. Isso vai ajudar seu organismo na formação de células sanguíneas saudáveis. Consuma peixe, carnes de aves, soja e aveia, pois são alimentos ricos em vitamina B6, que auxilia o equilíbrio hormonal.

SEMANA 5 – 3º dia

CORPO E SAÚDE

Fisicamente, você poderá apresentar sintomas tão marcantes como os sentidos antes da menstruação. É comum que você possa sentir algo similar à dor menstrual, assim como a um incômodo na parte debaixo das costas. Em vez de se deixar abater por essa sensação incômoda e de fadiga, tente se reconfortar com banhos de água morna, não muito quentes, escute música relaxante ou aproveite e tire uma soneca. Provavelmente, seus enjoos não começaram. Aproveite para tomar muita água. Tome suco de laranja e coma frutas ricas em vitamina C. Eles agem como antioxidantes, defendendo o organismo de substâncias nocivas à saúde. Quando bater aquela fome, abuse das frutas para aproveitar toda a fibra que elas contêm. As fibras são ótimas aliadas para combater a prisão de ventre, sintoma supercomum da gravidez. Se faz mais de um ano que você não vai ao dentista, é melhor ir agora. Há cada vez mais provas de que doenças na boca podem afetar a gravidez.

SEMANA 5 – 4º dia

SUA VIDA

Como você se sente agora que está grávida? Se estava tentando conceber ultimamente, provavelmente, vai estar extasiada nesse momento. Talvez, ansiosa, perguntando-se coisas, ainda que tudo esteja normal. Se a notícia da gravidez foi inesperada, é normal que se sinta preocupada e insegura de si mesma. Todas essas emoções, que vão da euforia incontrolável a um temor apaixonante, são perfeitamente normais.

SEMANA 5 – 5º dia

SUA VIDA

Converse carinhosamente com você mesma. É hora de tratar seu corpo como um templo sagrado, já que realmente agora ele é. Elimine hábitos prejudiciais, como fumar, consumir bebidas alcoólicas ou usar drogas. Além de diminuir a fecundidade, o fumo pode aumentar a incidência de gravidez ectópica, ou seja, uma gravidez fora da cavidade uterina e aumentar a incidência de abortos.

SEMANA 5 – 6º dia

SUA SAÚDE

No início da gravidez é importante que você não fique doente, por isso, lave as mãos com frequência e tenha sempre à mão o álcool gel. Prefira não comer carne crua, inclusive de peixe, para evitar riscos a sua saúde. Não sobrecarregue seu organismo, evite refeições pesadas. Saia para caminhar! Nada melhor do que colocar seu corpo para funcionar. Não pense na gravidez como uma desculpa para comer por dois, pois esses quilos a mais serão os mais difíceis de perder depois.

SEMANA 5 – 7º dia

SUA SAÚDE

Principalmente nesta fase, em que as células do seu embrião se dividem e crescem a toda velocidade, ingira bastante vitamina C. Entre as boas fontes dessa vitamina estão as frutas e as verduras cruas. Não se esqueça de lavá-las bem antes de comê-las. Um copo de suco de laranja ou uma fatia de mamão todas as manhãs facilitam a absorção de ferro, ajudam na cicatrização de tecidos e dão um “chega pra lá” nos radicais livres – moléculas formadas naturalmente no organismo e que podem degenerar as células. Por isso, essa vitamina é de extrema importância tanto para a mãe quanto para o bebê.

Sexta Semana de Gestação

SEMANA 6 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

O tamanho do embrião agora é de um grão de arroz, em torno de 4 mm de comprimento crânio-nádegas. Apesar de tão pequeno, o coração, os pulmões, a vesícula biliar, o fígado, o baço, o pâncreas e a tireoide já estão em formação. Se você conseguisse enxergar dentro da sua barriga, veria que o feto tem uma cabeça desproporcionalmente grande em relação ao corpo. Os traços faciais do embrião estão se formando, há manchas escuras no lugar dos olhos, aberturas onde ficarão as narinas e há pequenas saliências marcando as orelhas. Os brotos, do que no futuro serão os braços e as pernas, estão ainda mais evidentes. As mãos e os pés do embrião são achatados. Entre outras novidades estão o crescimento da hipófise, glândula cerebral  responsável pela regulação de vários hormônios do organismo, e das fibras musculares. Ainda não dá para ouvir, mas a frequência cardíaca do feto está em um ritmo de 150 batimentos por minuto – o dobro do seu ritmo cardíaco. No meio dessa semana, o embrião começa a se mexer. Mas não tem jeito, você terá de esperar até o segundo trimestre da gravidez para perceber as sessões de ginástica do seu bebê. Veja mais detalhes

Embrião na 6ª semana de gestação

SEMANA 6 – 2º dia

GESTAÇÃO

A maioria dos abortos espontâneos ocorre devido a algum erro de configuração cromossômica. A verdade é que o processo de formação de um bebê é bastante complicado e, às vezes, a natureza erra em alguma etapa. Se você perguntar para as suas conhecidas, descobrirá que não é incomum que algumas delas já tenham sofrido abortos espontâneos, sem você nem saber (e que, depois, tenham tido outras gestações absolutamente saudáveis). Entre 15 e 20 por cento das gestações terminam em aborto espontâneo e, destas, mais de 80 por cento acontecem no primeiro trimestre. Embora isso não signifique de forma alguma que seja menos doloroso passar por uma experiência assim, é importante lembrar que ela está dentro da normalidade. Se isso tiver acontecido com você, seu médico vai tratar dos aspectos físicos, mas ajuda conversar bastante com seu parceiro – que também pode ficar  abalado – e com outras mulheres que passaram pela mesma experiência.

SEMANA 6 – 3º dia

CORPO E SAÚDE

Não precisa se estressar com a alimentação. Seja razoável e fique com a consciência tranquila. Uma mulher grávida precisa de cerca de 2.000 calorias por dia, reforçando com 200 calorias extras no último trimestre. Uma alimentação sensata é a que tem cinco porções de frutas, verduras e legumes por dia, e alimentos de todos os grupos. Não há problema em comer um chocolate de vez em quando, mas não se esqueça de que quase tudo o que você engordar na gravidez vai continuar no seu corpo por um tempo depois que o bebê nascer. Emagrecer logo depois do parto não é lá muito fácil. Resumindo, coma bem, mas não coma por dois; se sua alimentação for equilibrada, procure não se desesperar caso esteja engordando; não faça regime radical nem na gravidez nem logo depois que o bebê nascer; e não fique mais de quatro horas sem comer.

SEMANA 6 – 4º dia

SUA SAÚDE

Seu sistema imunológico fica suprimido durante a gravidez para evitar rejeição ao feto, o que significa que você fica mais vulnerável a infecções, como resfriados e gripes. Uma dieta saudável, que inclua muitas frutas, verduras e legumes, ajuda a fortalecer o sistema imunológico por conter antioxidantes, como a vitamina C, que auxiliam no combate a infecções. Converse com o obstetra para saber se, no seu caso, é recomendável tomar suplementos vitamínicos. Descanse bastante e procure não se estressar demais. Os médicos recomendam que as grávidas tomem a vacina contra a gripe, especialmente por causa da gripe H1N1. As grávidas não devem fazer vacinas que contenham o vírus apenas atenuado, como é o caso da vacina da rubéola.

SEMANA 6 – 5º dia

O crescimento do útero pode sabotar o seu sono, já que pressiona sua bexiga e obriga você a ir ao banheiro inúmeras vezes no meio da noite. Experimente reduzir a ingestão de líquidos à noite, mas não se esqueça de tomar bastante água durante o dia. Permita-se alguns mimos, dando-se de presente um dia de caprichos com o corpo. Nada como fazer a mão ou o pé para se animar . Massagens também devem entrar na sua lista de coisas gostosas para curtir durante a gravidez, sejam elas feitas por seu companheiro, uma amiga ou um profissional. O benefício é garantido.

SEMANA 6 – 6º dia

SUA VIDA

As pessoas ainda não vêm nenhum sinal das drásticas mudanças que estão acontecendo dentro de você, mas o sono e o enjoou podem atrapalhar sua vida, principalmente, se você ainda não contou no trabalho que está grávida. Para compensar, descanse o mais que puder em casa e, ao mesmo tempo, tente incluir seu parceiro na gravidez. Trate de dormir como uma prioridade e fale com seu médico se o enjoo estiver acabando com você ou se não conseguir segurar nada no estômago.

SEMANA 6 – 7º dia

SEU CORPO

É a estria, antes de aparecer, que provoca coceira, não o contrário. A pele pode ser dividida basicamente em duas camadas: a epiderme, mais superficial, e a derme, mais profunda. A estria é a rotura, ou rompimento, da camada mais profunda, enquanto a camada superficial se mantém íntegra. Conforme a pele estica com o crescimento da barriga, a derme (camada mais profunda da pele) pode se romper. Quando a derme está se rompendo, ela pode causar uma sensação de coceira antes de a estria aparecer. A hidratação pode colaborar para evitar o aparecimento de estrias, pois torna as estruturas da pele menos rígidas e, com isso, menos propensas ao rompimento. A grande produção hormonal na gestação, somada a uma propensão genética pela constituição de sua pele, são fatores determinantes para o aparecimento de estrias. As grávidas adolescentes são as mais propensas, pelo nível hormonal mais alto.

Sétima Semana de Gestação

SEMANA 7 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

Parabéns! É a partir desse momento que o bebê passará a crescer 1 milímetro por dia. Por isso, foco na sua alimentação e na quantidade de água ingerida. Em tese, seu bebê ainda é um embrião, porque tem os resquícios de uma pequena cauda que vai desaparecer nas próximas semanas. Mas é a única coisa que vai diminuir. O coração e o cérebro estão cada vez mais complexos. As pálpebras estão em formação, o nariz já desponta e os braços se dobram nos cotovelos. Embora, nesse momento, seja nada mais que uma bolinha, o bebê já se mexe bastante, mesmo sem você sentir. Isso vai mudar dentro de algumas semanas, quando ele for grandinho o suficiente para encostar-se à parede do útero. Aí, sim, você vai notar os primeiros movimentos do seu filho dentro de você. O embrião está com cerca de 4 a 5 mm de comprimento cabeça-nádegas. O cordão umbilical está formado. O coração tem 4 câmaras, os rins estão se formando e o cérebro está se dividindo em dois hemisférios. Se você ainda não agendou uma consulta médica, faça-o o quanto antes para iniciar o pré-natal. Você tem exames importantes para fazer no início da gestação, como o exame da Toxoplasmose, por exemplo. Caso você não tenha resquícios de ter tido essa doença (doença do gato), que se manifesta como apenas uma gripe em 90% dos casos, você precisa ter cuidados extraespeciais para não adquiri-la durante a gestação, onde o risco de malformações fetais é alto. Você terá de evitar verduras, saladas e carnes cruas. Veja mais detalhes

Embrião na 7ª semana de gestação

SEMANA 7 – 2º dia

GESTAÇÃO E SAÚDE

Os antibióticos só são usados no caso de haver alguma complicação de um resfriado ou de uma gripe, como sinusite, pneumonia ou infecção das vias aéreas. Há muitos antibióticos que são seguros durante a gravidez, enquanto outros não o são; portanto, não se esqueça de mencionar a qualquer médico consultado que você está grávida.

SEMANA 7 – 3º dia

CORPO E SAÚDE

Talvez, só o ato de levantar da cama e de se vestir já esteja sendo difícil devido a tanto enjoo. Mas, acredite, um pequeno esforço pode valer a pena e fazê-la se sentir um pouco mais parecida com os dias pré-gravidez. Além do mais, é sempre uma experiência mais prazerosa fazer exercícios sem ter como objetivo primordial emagrecer. O objetivo é somente bem-estar. A atividade física promove tônus muscular, força e resistência, tornando-se um valioso instrumento para ajudá-la a carregar o peso extra da gravidez e prepará-la para o parto. Isso sem falar que contribui para você voltar mais rápido à forma depois de o bebê nascer.

SEMANA 7 – 4º dia

SEU CORPO

Por fora, você não parece grávida. Talvez, nem se sinta grávida. Seu útero, no entanto, está crescendo para acomodar o bebê, que está cada dia maior. Antes da gravidez, o útero era do tamanho de um punho fechado. Agora, está do tamanho de um mamão papaia pequeno. Conforme ele for crescendo, pode ser que você sinta um pouco de cólica e algumas fisgadas. Nada para se preocupar. Mas, se persistirem, não duvide em consultar seu médico.

SEMANA 7 – 5º dia

SUA VIDA

No comecinho da gravidez, é comum as mulheres passarem por muitas mudanças de humor. Uma hora estão extasiadas com o fato de estarem grávidas, na seguinte, estão chorando de medo do que vem pela frente. As coisas mais bobas bastam para provocar as lágrimas, mas, calma, tudo isso faz parte dessa fase. A combinação de hormônios e o nervosismo com a gravidez, além do fato de tornar-se mãe, também pode resultar em sonhos intensos ou em insônia. Seus hormônios estão a mil. Se você sofrer alterações de humor, fique tranquila, é supernormal.

SEMANA 7 – 6º dia

SUA VIDA

Dê a você mesma tempo para desacelerar, o que valerá como treino para os próximos meses. Os altos e baixos emocionais podem durar toda a gravidez, e mais algum tempo depois que o bebê nascer, portanto, o melhor a fazer é admitir que, às vezes, você vai se sentir fragilizada e que não há muito que fazer, senão esperar passar. Fazer exercícios pode ajudar. Converse com o obstetra para chegar a uma rotina de condicionamento físico adequada para suas condições específicas e para o bebê.

SEMANA 7 – 7º dia

GESTAÇÃO E SUA VIDA

Se você suspeita que está grávida de gêmeos (porque a barriga já está grande, por exemplo), poderá confirmar através de um ultrassom. Existem dois tipos de gêmeos: os idênticos, ou univitelinos (quando somente um óvulo é fecundado pelo espermatozóide, dividindo-se e separando-se depois em dois) e os fraternos, ou bivitelinos (quando dois óvulos são fecundados por dois espermatozóides separadamente). Antes de contar a sua grande novidade para todo mundo, por que não dar uma escapada com seu companheiro para um romântico fim de semana a dois, com um “segredo” tão especial que só vocês sabem?

Oitava Semana de Gestação

SEMANA 8 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO BEBÊ

O embrião de oito semanas está formando a língua, os intestinos, e os rins estão produzindo urina e a coluna vertebral está visível. Os dedos dos pés e das mãos começam a se formar. O coração atinge o ritmo mais acelerado, em torno de 175 bpm. A pequena cauda que o bebê tinha está desaparecendo, e tantas mudanças já aconteceram que ele não é mais um embrião, mas oficialmente um feto. Esse estágio é importantíssimo, porque é nele que os órgãos do bebê estão se formando. Os braços crescem e as mãos estão flexionadas nos pulsos, juntando-se sobre o coração. As pernas estão ficando mais compridas e os pés podem ser longos o suficiente para se juntarem na frente do corpo. Ainda é quase impossível, pelo exame de ultrassom, determinar se você está esperando um menino ou uma menina. Alguns laboratórios oferecem, no entanto, um exame de sangue que determina o sexo fetal a partir de 8 semanas de gestação, detectando a presença ou ausência de cromossomos Y no sangue da mãe. Esse tipo de exame não costuma ser coberto pelos planos de saúde.

SEMANA 8 – 2º dia

SEU CORPO

Por volta da sexta à oitava semana de gestação, os seios começam a aumentar de tamanho e continuam a crescer durante toda a gravidez devido ao aumento das camadas de gordura da pele. Embora, muitas vezes, desconfortáveis, essas transformações têm um importante propósito: preparar os seios para a amamentação. Não fique apavorada, contudo, se os seus seios não crescerem muito na gestação. Cada mulher tem uma genética, e o tamanho dos seios não influi no sucesso da amamentação. É comum que o sutiã varie de um a dois números para cima na gravidez, especialmente, se for o seu primeiro filho. Você também poderá sentir certa coceira nos seios à medida que a pele se esticar, por isso hidrate-os muito bem com produtos que seu próprio médico poderá indicar, a fim de tentar prevenir estrias.

SEMANA 8 – 3º dia

CORPO E SAÚDE

O aumento no total de sangue, que circula em você até o fim da gravidez, poderá ser de 45% e 50% a mais correndo em suas veias, para atender à demanda do bebê. A sobrecarga no sistema circulatório pode deixá-la mais sujeita a varizes e hemorroidas. Converse com seu médico. Existem coisas que você deve fazer para melhorar a circulação do sangue e, assim, prevenir as varizes na fase final da gravidez. Caminhar diariamente, deitar sobre o seu lado esquerdo, elevar as pernas, sentar sem cruzar as pernas, usar meias elásticas. Todas essas recomendações podem ajudá-la a prevenir uma circulação lenta.

SEMANA 8 – 4º dia

GESTAÇÃO E SAÚDE

Durante a gestação há um aumento na produção hormonal, responsável por várias modificações estruturais e musculares. Alguns dos hormônios essenciais na gravidez são responsáveis pela tendência de reabsorver sódio, causando retenção hídrica. A fim de amenizar esse efeito sobre o corpo, uma das possibilidades é recorrer à drenagem linfática, que previne e trata complicações decorrentes da gestação, auxiliando no alívio de problemas circulatórios e musculares, bem como de outros problemas relacionados às mudanças hormonais, tais como enxaqueca, insônia, constipação intestinal e cansaço, além de proporcionar relaxamento à gestante. É importante conversar com seu médico sobre o procedimento durante as consultas de pré-natal. Uma vez autorizadas pelo obstetra, as sessões podem ter início logo nas primeiras semanas de gestação. Não adicionar sal na salada, comer somente frutas, iogurte e cereais no café da manhã e não beber refrigerantes são medidas muito fáceis e eficientes para reduzir significativamente a quantidade de sódio diária ingerida.

SEMANA 8 – 5º dia

SUA SAÚDE

Os enjoos podem estar começando. Para reduzir o desconforto, não faça períodos longos de jejum e procure comer, aos poucos, alimentos mais secos, como bolachas integrais ou de água e sal. Enjoos, sonhos esquisitos e fome podem atrapalhar seu sono no primeiro trimestre. É bem comum ter de fazer um lanchinho no meio da madrugada. Não tente enganar o estômago: levante e coma alguma coisa leve. Você vai se sentir bem melhor e conseguirá dormir um pouco. Não se preocupe, o enjoo deve melhorar em breve. Os especialistas ainda não têm muita certeza do por que tantas mulheres passam tão mal com náuseas durante o primeiro trimestre de gestação, mas, ao que parece, o grande culpado são os hormônios da gravidez. Nos três primeiros meses, os níveis hormonais flutuam bastante. Quando eles começam a se estabilizar, por volta do segundo trimestre, a maioria das mulheres também passa a se sentir melhor. Se você precisa trabalhar e os enjoos estão atrapalhando a tua performance, solicite ao seu médico um remédio que você possa usar de forma mais constante para ajudar nessa fase. Não tem porque sofrer.

SEMANA 8 – 6º dia

SUA SAÚDE

Outro incômodo causado por hormônios é a prisão de ventre, também conhecida como constipação intestinal. É um dos sintomas mais comuns desse período e pode piorar se a gestante já tinha esse problema antes de engravidar. Os hormônios da gravidez, especialmente a progesterona, afetam os músculos do intestino grosso, fazendo com que o peristaltismo (movimento que o intestino faz para empurrar o alimento) fique mais devagar. Manter uma dieta rica em fibras é fundamental para evitar o problema. Frutas, como mamão, ameixa, damasco, morango, abacaxi e laranja com bagaço são as mais indicadas para comer no café da manhã e entre as refeições. Verduras e legumes não podem faltar no cardápio das gestantes, especialmente os crus, que são ricos em fibras, ajudando o intestino a digerir os alimentos. Iogurtes e cereais integrais também são fundamentais para regular a flora intestinal. Beber bastante líquido diariamente é outra dica importante, dando preferência à água e aos sucos naturais sem açúcar ou adoçantes, já que esses produtos fermentam e causam gases.

SEMANA 8 – 7º dia

GESTAÇÃO E SAÚDE

Evite ficar por longos períodos em locais poluídos, principalmente, onde há fumaça de cigarro, pois apesar de ser aspirado indiretamente, pode ser prejudicial para você e para o feto. A redução de níveis de oxigênio, além de componentes químicos derivados do petróleo presentes no ar poluído proveniente do tráfego, além de outros poluentes no ar que aspiramos, pode influenciar tanto na formação dos órgãos do feto e da placenta, quanto na incidência de doenças respiratórias do bebê após o nascimento.

Nona Semana de Gestação

SEMANA 9 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO BEBÊ

Seu bebê pesa menos de 10 gramas, mas está crescendo rápido. Todas as partes do corpo já estão presentes, como braços, pernas, olhos e os órgãos, inclusive os genitais, embora não estejam totalmente formados. A orelha está pronta por fora e, ao final desta semana, também estará formada por dentro. Agora que ele tem desenvolvida toda a estrutura básica do corpinho, vai começar a ganhar peso e tamanho de maneira incrível. O aspecto já é mais parecido com aquele bebê que você terá nos braços daqui a alguns meses. Clique aqui para ver uma imagem do seu bebê.

SEMANA 9 – 2º dia

SEU CORPO

Divirta-se admirando a forma como o seu corpo evolui e se transforma durante a gravidez para hospedar o bebê e responder a todas as suas necessidades. Por exemplo, no momento do parto, a cabeça do bebê tem que sair de algum modo. Ainda bem que o corpo de uma futura mamãe tem um truque para isso: O hormônio relaxina. O nome diz muito, já que sua função é relaxar as cartilagens dos ossos. Contudo, esse hormônio não afeta apenas a pelve. Presente 10 vezes mais na gravidez do que em momentos normais, todas as articulações do corpo são afetadas. Ele é a razão para algumas grávidas experimentarem dores nas articulações e nas costas. E se antes de engravidar você calçava menos, não se preocupe, a culpa é da relaxina e de ligamentos afrouxados.

SEMANA 9 – 3º dia

O PARTO

Depende um pouco da regularidade do seu ciclo menstrual. A maioria dos médicos calcula a data prevista do parto contando 40 semanas a partir do primeiro dia da última menstruação. Mas essas contas não são exatas e, por isso, é melhor considerar a data do parto como uma data aproximada. Outra forma de calcular o tempo da gestação é através de ultrassom, medindo o tamanho do bebê. O desenvolvimento da criança durante o primeiro trimestre de gestação varia pouco de mulher para mulher, o que torna mais preciso o cálculo das semanas de gravidez que já passaram. Quanto mais cedo for feita a medida do embrião, mais precisa será a data provável do parto. A partir dos três meses, no entanto, esse cálculo fica mais complicado, uma vez que as variações no tamanho e desenvolvimento de cada bebê são bem maiores.

SEMANA 9 – 4º dia

CANSAÇO E SONO

É normal que os três primeiros meses da gravidez sejam os mais cansativos para você, mesmo não havendo ainda barriga para carregar. Escute os sinais que seu corpo lhe dá e pegue leve sempre que puder. Se de repente você ficar presa no círculo vicioso de noites em claro e dias caindo de sono, lembre que isso acontece com quase todas as grávidas. Explique para todo mundo que você precisa dormir e durma, nem que seja só aquele cochilo gostoso de depois do almoço nos fins de semana. Cada pessoa é diferente, mas nas grávidas o cansaço costuma ser maior no primeiro trimestre e no começo do segundo trimestre. O bom é que lá pela metade do segundo trimestre você deve sentir uma injeção de energia, suficiente para durar até o terceiro trimestre. É o momento ideal para aproveitar a gravidez e tomar conta de todos os preparativos para a chegada do bebê. Depois do sétimo mês, seu nível de energia deve começar a cair novamente.

SEMANA 9 – 5º dia

A BARRIGA

Não dá para saber exatamente quando a barriguinha da gravidez vai começar a dar os primeiros sinais, já que isso varia bastante de mulher para mulher. A maioria das grávidas, no entanto, vê a barriga despontando entre as 12ª e a 16ª semana. Por volta das 12 semanas de gravidez, o útero se expande acima do osso púbico, que é aquele ossinho que fica acima da vagina. Se a barriga começar a crescer antes disso, pode ser devido a um inchaço, devido às mudanças hormonais por que seu corpo passa. Procure não se preocupar demais se a barriguinha de grávida demorar em aparecer, pois o útero pode ficar em diferentes posições dentro do corpo, influenciando a aparência da barriga. Barriga menor no início da gestação não significa de forma alguma bebê menor no nascimento, então procure ficar tranquila. O tamanho do bebê será calculado (e comparado com o esperado) apenas no segundo e no terceiro trimestres.

SEMANA 9 – 6º dia

CÁLCIO

Não é exagero dizer que, se a gravidez fosse uma orquestra, o cálcio seria forte candidato a regente. Isso porque ele tanto regula processos do organismo materno diretamente envolvidos na gestação (como a coagulação sanguínea e o fluxo de nutrientes para o bebê), quanto influencia na formação do feto. Não é só nos laticínios que você encontra o cálcio de que precisa para suprir suas necessidades e as do bebê. Sardinha em lata, couve, brócolis, feijão e gergelim são alternativas para quem não pode (ou detesta) leite, queijos, coalhada e outros derivados. E você tem vários motivos para incluir esses alimentos na dieta. Um deles vem de uma pesquisa mundial promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o estudo, o nutriente reduz as complicações ligadas à pré-eclampsia – doença que atinge 5% das gestantes e pode levar ao parto prematuro. Mamães de primeira viagem, que já sofriam de pressão alta antes da gravidez e mamães acima de 35 anos são mais propensas a pré-eclâmpsia.

SEMANA 9 – 7º dia

ÁGUA E SAÚDE

É fundamental beber muita água, para se manter adequadamente hidratada. Ao longo da gravidez, o organismo da mãe sofre alterações fisiológicas para responder às novas necessidades e a levar ao bebê as substâncias indispensáveis ao seu desenvolvimento. O aumento de água no corpo da futura mamãe é uma das modificações mais importantes durante a gravidez: a mãe é capaz de reter entre quatro e seis litros de água para assegurar as necessidades do bebê. As trocas de água entre o líquido amniótico e a mãe são incríveis: estima-se que corresponda a cerca de 460 ml por hora. Evite refrigerantes, ricos em açúcares que você não necessita. Reduza o consumo de sal, de gorduras e doces. A saúde do seu bebê agradece e a sua também.

Décima Semana de Gestação

SEMANA 10 – 1º dia

DIAGNÓSTICO GENÉTICO

Atenção para uma novidade! O sangue de uma mulher grávida carrega o DNA do seu feto. Através de um exame de sangue seu, é possível detectar se o feto tem alguma anormalidade genética, como a Síndrome de Down, por exemplo, com uma precisão muito grande. Esse teste vem sendo usado em gestantes de risco, se você tem mais de 35 anos de idade, por exemplo. O novo método é muito mais seguro do que o tradicionalmente usado para contar os cromossomos do feto, a amniocentese. A Amniocentese (punção com agulha através do abdome da grávida para coletar um pouco de líquido amniótico) traz consigo um pequeno risco de dano ao feto ou abortamento. Converse com o seu obstetra! Clique aqui para ver uma imagem do seu bebê.

SEMANA 10 – 2º dia

SEU CORPO

A medição é realizada pelo seu médico usando uma fita métrica de 20 semanas, tendo a distância entre o osso púbico (sínfise púbica) e a parte superior do útero. Tipicamente, a altura uterina, medida em centímetros, é aproximadamente o número de semanas de gravidez. Por exemplo, na semana 25, a altura uterina é entre 23 e 25 centímetros. Você está se aproximando do fim do primeiro trimestre da gravidez, e seu útero está do tamanho de um abacate pequeno, preenchendo quase totalmente o baixo ventre. Talvez, você até consiga sentir seu útero se apalpar a barriga acima do osso do púbis. É provável que ainda demore mais um pouco para ter de usar roupas mais largas, mas já deve dar para perceber que sua cintura está se alargando.

SEMANA 10 – 3º dia

GESTAÇÃO E SAÚDE

Reparou que está com mais saliva na boca do que antes? Esse fenômeno é bastante comum nas mulheres grávidas, sobretudo em quem tem mais acidez ou em quem sofre com vômitos constantes de uma condição conhecida como hiperemese gravídica. Os especialistas ainda não sabem ao certo por que ocorre esse excesso de saliva, talvez devido a uma maior produção na gravidez, talvez pelo fato de gestantes engolirem menos saliva ou até uma combinação das duas coisas.

SEMANA 10 – 4º dia

CONSUMO DE ÁGUA A NOITE

Algumas idas noturnas ao banheiro são devidas à fisiologia de cada pessoa, mas pode haver outras razões. Muitas grávidas atarefadas não se lembram de beber água durante o dia e manter-se hidratadas. Depois, quando chegam em casa acabam por beber demais, o que as obriga a se levantarem no meio da noite para fazer xixi. Uma solução é ter sempre consigo uma garrafa de água e ir consumindo-a durante o dia. De preferência, procure não beber antes de dormir. Outro motivo é o próprio tamanho do útero, que agora já pressiona a bexiga que está à frente dela, dando a sensação de bexiga cheia com muita frequência. Isso só tende a piorar…

SEMANA 10 – 5º dia

AZIA

Muitas mulheres “estreiam” no mundo da azia na gravidez. Embora seja um problema comum e inofensivo, pode ser doloroso. Durante a gravidez, a placenta produz o hormônio progesterona, que relaxa os músculos lisos do útero. Esse hormônio também relaxa a válvula que separa o esôfago do estômago, e os ácidos gástricos que participam da digestão acabam subindo pelo esôfago, causando a sensação desconfortável de azia. A progesterona também diminui o ritmo das contrações naturais do estômago, deixando a digestão em geral mais lenta.

SEMANA 10 – 6º dia

GRAVIDEZ E CINTO DE SEGURANÇA

Não há risco se o cinto de segurança for usado corretamente. Certifique-se de encaixar a parte de baixo do cinto abaixo de sua barriga. O cinto deve ficar bem colocado na região pélvica. Utilize sempre o cinto de três pontos, passando sobre o ombro. Ele deve cruzar sua barriga e se posicionar entre os seios. Se incomodar no pescoço, tente mudar a posição do assento para que se encaixe melhor. Nunca use o cinto de baixo por cima da barriga, porque no caso de um acidente, o impacto de uma desaceleração repentina pode afetar a placenta e até causar um descolamento dessa.

SEMANA 10 – 7º dia

SUA SAÚDE

A sensibilidade e o sangramento na gengiva são uma queixa comum na gravidez. Os hormônios da gestação podem fazer suas gengivas inflamarem e incharem, o que facilita o sangramento, principalmente quando você escova os dentes ou passa o fio dental. Continue a fazer as escovações e a usar o fio dental regularmente, mas com movimentos delicados. Pode ser que sua vontade seja não mexer muito na gengiva, mas é muito importante caprichar na higiene oral durante a gravidez. Você pode experimentar usar uma pasta para dentes sensíveis, ou até passar gelo na gengiva se a escovação provocar dor. E tente evitar alimentos com açúcar refinado, que contribuem para o surgimento de cáries e de problemas na gengiva.

Décima Primeira Semana de Gestação

SEMANA 11 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

Você está chegando perto do fim do primeiro trimestre. Quando as próximas semanas passarem, a maior parte do desenvolvimento mais crucial do bebê já terá acontecido, e o risco de aborto espontâneo diminuirá consideravelmente. Da cabeça até o bumbum, o feto está com 4 cm e já tem o corpo todo formado, desde os dentes até as unhas do pé. Seu bebê leva uma vida agitada, dando chutes e se esticando. Os movimentos são tão fluidos que parecem um balé aquático. Os dedos das mãos e dos pés já se separaram totalmente. A principal tarefa do feto, durante os próximos seis meses, é crescer e se fortalecer até ser capaz de sobreviver por conta própria fora do útero. Pode ser que apareça na sua barriga uma linha vertical escura. Seu útero já está acima dos ossos da pelve e o médico já consegue senti-lo num exame externo. Clique aqui para ver uma imagem do seu bebê.

SEMANA 11 – 2º dia

PRÉ-NATAL

Um dos pontos mais divertidos das consultas de pré-natal é poder ouvir o som das batidas do coração do bebê, pelo aparelho que os médicos usam, o sonar. É um momento sempre emocionante escutar aquele barulho rápido, parecendo o galope de um cavalo. Não se assuste se o médico não conseguir encontrar os batimentos nessa fase (alguns nem tentam, porque sabem que, às vezes, pode ser difícil e não querem causar preocupação). Há obstetras que possuem aparelho de ultrassom no próprio consultório, e a grávida tem a chance de dar uma olhadinha no bebê com mais frequência.

SEMANA 11 – 3º dia

PRATICAR EXERCÍCIOS

Fazer exercícios regularmente pode ser difícil para muita gente, mas agora é uma boa hora para começar (de leve!). A atividade física melhora o tônus muscular, a força e a resistência, três quesitos muito necessários durante o parto. Além disso, servem para recuperar mais rapidamente a forma física depois do nascimento do bebê. Os melhores exercícios para praticar durante a gestação são caminhadas, natação e hidroginástica.

SEMANA 11 – 4º dia

FERRO

Seu corpo precisa de ferro para realizar uma série de funções, como a produção de hemoglobina (proteína do sangue que ajuda a carregar oxigênio para as células do corpo) e a manutenção de um sistema imunológico saudável. Na gravidez, o ferro passa a ser ainda mais importante. Entre os motivos estão:

  • a quantidade de sangue aumenta do seu corpo em até 50% durante a gestação, então mais ferro é necessário para produzir mais hemoglobina;
  • ferro a mais também é usado pelo bebê em desenvolvimento e pela placenta, especialmente no segundo e terceiro trimestres; e
  • muitas mulheres precisam de ferro porque já começaram a gravidez com estoques insuficientes (carência de ferro pode levar a um tipo de anemia associada a partos prematuros, baixo peso do bebê ao nascer e até, em casos mais graves, mortalidade infantil). Também é comum mulheres terem uma anemia prévia a gestação por causa dos sangramentos da menstruação.

SEMANA 11 – 5º dia

FONTES DE FERRO

As carnes vermelhas são uma das melhores fontes de ferro para gestantes. Se você é vegetariana, pode recorrer a legumes, verduras e grãos para suprir suas necessidades de ferro. Existem dois tipos de ferro: o ferro não heme, encontrado nas plantas, assim como em carnes, aves e peixes; e o ferro heme, achado somente em produtos de origem animal. O corpo humano tem mais facilidade de absorver o ferro heme (embora o não heme seja usado na composição de alimentos enriquecidos com ferro e em suplementos). Alimentos ricos em ferro heme: Carnes vermelhas, aves e peixes são todos boas fontes deste tipo de ferro.

  • 85 gramas de bife de acém (também conhecido com alcatrinho): 3,2 miligramas
  • 85 gramas de bife de filé mignon: 3 miligramas
  • 85 gramas de peru assado, carne escura: 2 miligramas
  • 85 gramas de peru assado, peito: 1,4 miligramas
  • 85 gramas de frango assado, carne escura: 1,1 miligramas
  • 85 gramas de frango assado, peito: 1,1 miligramas
  • 1 filé de linguado (127 gramas): 0,4 miligramas
  • 85 gramas de salmão: 0,4 miligramas
  • 85 gramas de lombo de porco: 0,8 miligramas

Alimentos ricos em ferro não heme:

  • 1 xícara de cereal enriquecido com ferro: 24 miligramas
  • 1 xícara de aveia instantânea enriquecida : 10 miligramas
  • 1 xícara de lentilha cozida: 6,6 miligramas
  • 1 xícara de feijão mulatinho cozido: 5,2 miligramas
  • 1 xícara de grão-de-bico: 4,8 miligramas
  • 1 xícara de feijão preto cozido: 3,6 miligramas
  • 1/2 xícara de tofu firme: 3,4 miligramas
  • 1/2 xícara de espinafre cozido: 3,2 miligramas
  • 1/4 xícara de uvas passas: 0,75 miligramas

SEMANA 11 – 6º dia

EVITE CAFEÍNA

Evite consumir chá e café com suas refeições, porque eles contêm substâncias conhecidas como fenóis que interferem na absorção do ferro. Independentemente disso, é recomendado restringir o consumo de cafeína durante a gravidez ou reduzir ao máximo, pois, segundo alguns estudos observacionais como o do British Medical Journal,  ela está associada a um risco acrescido de restrição do crescimento fetal Ainda não há um consenso a respeito, como há sobre o consumo de álcool e tabaco, porém, como a cafeína pode atrapalhar o sono e não é recomendado durante a amamentação, melhor ir reduzindo gradativamente o consumo para evitar efeitos rebotes, como dores de cabeça e sensação de cansaço.

SEMANA 11 – 7º dia

VASINHOS NAS PERNAS

O tratamento para secar vasinhos é contraindicado durante a gestação, pois muitos dos produtos utilizados no procedimento não possuem estudos suficientes que garantam segurança para a mãe e para o bebê. Além disso, como durante a gravidez a mulher, geralmente, é submetida a um aumento na produção de pigmentos na pele, a realização da chamada escleroterapia (tratamento com laser para secar os vasinhos das pernas) eleva a chance de surgirem manchas. O surgimento desses vasinhos ocorre por uma série de fatores: aumento da pressão das veias nas pernas pela compressão venosa devido ao peso da barriga; por mudanças hormonais que estimulam a formação de novos vasos; por diminuição da atividade física; por aumento do peso; e por tendência genética. Quando mais calibrosos e profundos, esses vasinhos nada mais são do que as temidas varizes. Para a prevenção de varizes profundas, é importante que você se movimente (sempre, claro, seguindo orientações médicas); tenha uma alimentação equilibrada, evitando comidas excessivamente calóricas; use meia elástica de compressão; e, ao menos durante alguns minutos por dia, eleve os pés.

Décima Segunda Semana de Gestação

SEMANA 12 – 1º dia

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ

O rosto do bebê está mudando. Os olhos, que antes ficavam nas laterais da cabeça, estão mais juntos um do outro, e as orelhas estão praticamente na posição definitiva. Nessa fase, os tecidos e os órgãos que já se formaram crescem e amadurecem rápido. O intestino, que antes era só uma área inchada do cordão umbilical, começa a entrar na cavidade abdominal, deixando bem evidente o cordão umbilical ligando o feto a placenta. Seu filho já tem alguns reflexos, como, por exemplo, reagir quando você encosta na barriga, mesmo que você ainda não perceba. Outro reflexo que já está presente, muito importante para depois do nascimento, é o de sugar. Clique aqui para ver uma imagem do seu bebê.

SEMANA 12 – 2º dia

ENJOO

Seu enjoo deve estar melhorando e logo você terá mais energia no dia a dia. Talvez seja difícil de acreditar, caso você ainda tenha náuseas o tempo todo, mas logo seu apetite vai voltar. Caso contrário, uma alternativa aos medicamentos constantes para enjoos, é a pulseira antienjoo. Trata-se de um tipo de pulseira de algodão encontrada em farmácias e, muitas vezes, em lojas de produtos náuticos. Colocada no pulso, ela tem um botão de plástico no meio que exerce suave pressão em um ponto de acupuntura do corpo responsável por produzir a náusea no cérebro. É também conhecida como pulseira de acupressão.

SEMANA 12 – 3º dia

ESTRIAS

As estrias podem aparecer já nessa fase, principalmente nos seios. Usar um sutiã com boa sustentação pode ajudar a preveni-las ou, pelo menos, reduzir os danos. Manter a pele hidratada é sempre bom. Se você achava seus seios pequenos, nessa fase você está se achando o máximo. Para você que já tinha seios volumosos, busque sutiãs que ajudem mais na sustentação, com alças mais largas para não machucar os ombros e ficar mais confortável.

SEMANA 12 – 4º dia

ROUPAS DE GRÁVIDA

Você provavelmente ainda não precisa, mas considere comprar algumas blusas básicas para grávida que durem a gestação toda. Amigas e parentes costumam emprestar roupas de gestante umas às outras, já que elas são usadas por pouco tempo. Não tenha vergonha de pedir. Você também entrará no círculo depois, emprestando as peças que eventualmente comprar.

SEMANA 12 – 5º dia

SUA SAÚDE

De um modo geral, não há riscos maiores em fazer as unhas durante a gravidez, desde que a frequência não seja exagerada. Segundo os especialistas, existem poucos indícios de que as substâncias químicas usadas em esmaltes e removedores – como a acetona e o tolueno – possam fazer mal ao feto. Mas muitos médicos recomendam, mesmo assim, que a exposição a esses produtos seja a mínima possível. Como em gravidez cautela nunca é demais, tente fazer as unhas em um intervalo maior (a cada 15 dias, por exemplo), e escolha um salão que seja bem ventilado para evitar respirar vapores fortes dos esmaltes e de outros produtos para cabelo usados no local. Certifique-se também de que os alicates e tesourinhas utilizados são devidamente esterilizados e não apenas colocados em estufas. Melhor ainda, leve o seu próprio “equipamento”.

SEMANA 12 – 6º dia

SEU CABELO

O nível alto de progesterona na gestação deixa os cabelos super bem hidratados e sedosos, mas se não for o seu caso, que tal dedicar uma atenção especial a eles nesta semana, dando a eles um banho de hidratação? Você pode fazer uma hidratação em casa mesmo, usando algum produto específico comprado em farmácias ou supermercados. Aplique-o depois do xampu, passe um pente e deixe agir conforme as instruções da embalagem. Arranje uma revista bem simpática para ler enquanto espera o produto fazer efeito. Enxágue bem e depois curta exibir por aí seus cabelos mais brilhantes e sedosos. É claro que, se você puder, vá também ao salão de beleza, para uma hidratação ainda mais especial.

SEMANA 12 – 7º dia

ENJOOS

Uma pequena parcela de mulheres segue tendo enjoos até no terceiro trimestre. Embora não seja comum, isso acontece. Além, é claro, do desconforto, o enjoo que não cessa pode atrapalhar seu  ganho de peso  adequado, assim como provocar desidratação. Episódios muito longos e severos de vômito durante a gravidez podem ser arriscados para o bebê. Tente aliviar um pouco os sintomas alimentando-se com mais frequência (pelo menos cinco vezes ao dia, com lanchinhos entre café da manhã, almoço e jantar) e tendo sempre à mão alguma coisa para comer, a fim de aliviar aquela sensação de buraco no estômago. Fique alerta para náusea e vômitos repentinos no segundo e terceiro trimestres, porque eles podem indicar algum problema de fato, como uma virose forte ou intoxicação alimentar. Procure seu médico se vomitar por mais de um dia seguido, já que isso propicia a desidratação. Alguns casos necessitam de internação com medicação intravenosa contra vômitos e para uma hidratação mais rápida que não seja por via oral.