Origens do Natal: você sabia que o Natal já era comemorado muito antes de Cristo?

Origens do Natal

As crianças aguardam o ano inteiro pela festas natalinas para poder ver o Papai Noel e ganhar os almejados presentes. Já os adultos ficam na expectativa pela família reunida e a mesa farta. O motivo de celebração para a civilização ocidental cristã é, claro, a celebração do nascimento de Jesus de Nazaré, o Cristo. Desconhecidas por muitas pessoas, porém, as origens do Natal remetem a bem antes do nascimento de Cristo.


No Hemisfério Norte, em 21 de dezembro, ocorre o solstício de inverno, o dia mais curto do ano. O que significa que, dali em diante, as noites serão maiores. Por isso, os povos pagãos celebravam, nessa data, o nascimento de um novo Sol, festejando o novo ciclo que começava. Reuniam-se com família, amigos e juntos comemoravam as futuras plantações da primavera que se aproximava, e as colheitas fartas, enfim, aquele “tudo de bom” que se deseja no começo de um novo ano. Durante boa parte do Império Romano, o povo celebrava a Saturnália para comemorar o inverno, também na mesma época.

Posteriormente, os cristãos — por não saberem a data exata do nascimento de Jesus — adotaram as festividades do solstício para esta celebração.

Origens do Natal Matthias StomSó que no Hemisfério Sul o fenômeno astronômico que ocorre é exatamente o contrário do que originou o costume, o solstício de verão, cujo o dia é o mais longo do ano. Porém, com a colonização europeia e a cristianização de grande parte do mundo, a tradição cultural de celebrar e desejar o bem a todos em dezembro permanece conosco.

Celebre a magia do Natal!

Por isso, vale a pena fazer como muitos de nossos ancestrais, que passaram este legado também às suas crianças. Decorar a casa, reunir-se com quem você gosta, trocar presentes e desejos de um futuro melhor, são costumes criados para lembrar a todos nós, uma vez por ano, da importância e grandiosidade que um nascimento tem.

Envolver os pequenos nesse clima tão especial, com músicas, histórias natalinas e de Papai Noel, torna a experiência do Natal mais rica para eles. Com isso, os presentes saem do foco principal, dando o devido espaço ao motivo principal no Natal: o nascimento. Do Menino Jesus, para os cristãos; do Sol, para os antigos; ou de um tempo de paz e união, para todos nós.

Feliz Natal!