Plantão 24h: 0800 600 3450 | (51) 99567 0888 | (51) 99535 9691
Logotipo Hemocord
Logotipo Hemocord

Terapia celular para cardíacos: primeiros testes de um novo tratamento

Um novo avanço na terapia celular utilizando células-tronco do cordão umbilical foi revelado com a aplicação do PeriCord em humanos, um enxerto de tecido projetado com células mesenquimais extraídas da Geléia de Wharton (substância gelatinosa que recobre o cordão umbilical). Batizado de estudo Periscope, o ensaio clínico de fase I (registro NCT03798353) avaliou a segurança inicial deste enxerto.


Conduzido por especialistas europeus, o estudo duplo-cego reuniu pacientes com infarto do miocárdio não agudo e com indicação de revascularização cirúrgica. Dos pacientes envolvidos, sete receberam o implante com o enxerto, enquanto cinco foram acompanhados como controle. Durante a fase pós-operatória e até um ano após o tratamento, os pacientes que receberam PeriCord não apresentaram efeitos adversos. Além disso, observou-se uma modulação do seu sistema imune, particularmente nas células envolvidas no reparo miocárdico pós-infarto e inflamação.


Apesar dessas descobertas promissoras, não foram encontradas evidências significativas nos resultados secundários, como qualidade de vida ou função cardíaca nos pacientes que receberam PeriCord. Em suma, o enxerto demonstrou segurança e propriedades imunomoduladoras notáveis, porém, estudos adicionais são necessários para desbloquear completamente seu potencial como plataforma de tratamento.

Bibliografia consultada:
Bayes-Genis A, et al. Implantation of a double allogeneic human engineered tissue graft on damaged heart: insights from the PERISCOPE phase I clinical trial. EBioMedicine. 2024 Apr;102:105060. Disponível em: > https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/38490102/ <

crossmenu