Cuidados com a pele do recém-nascido

Pele do Recém-Nascido

Quando chega o verão, começamos a nos preocupar mais com os cuidados com a pele. Mesmo que isso seja importante o ano inteiro, é ainda mais importante quando as temperaturas sobem, o sol aquece mais e nós ficamos mais expostos aos raios UVA e UVB. Os adultos já conhecem a importância do filtro solar. Mas você, que tem um bebê recém-nascido, sabe como cuidar da pele dele?
A pele dos bebês é diferente: ela tem cerca de metade da espessura da pele de um adulto, menos pelos e suas glândulas sudoríparas, que produzem suor, ainda são imaturas. Por causa disso, a pele dos bebês é bem mais sensível que a dos adultos, e pode ser danificada com mais facilidade pelo sol ou pelo calor.
É por isso que no verão é muito comum o aparecimento de brotoejas, causadas pelo bloqueio dos dutos das glândulas sudoríparas. Como o suor fica obstruído, surge uma inflamação e a pele fica irritada. Por causa dessas características, também, a pele das crianças absorve substâncias com mais facilidade, sejam elas boas ou ruins. Por isso, é muito importante tomar cuidado com o que você passa na pele do bebê.

Pode usar filtro solar na pele do recém-nascido?

Mesmo que todos nós já tenhamos ouvido falar da importância do filtro solar, saiba que isso não se aplica aos bebês menores de seis meses: nessa idade, a pele é muito suscetível a desenvolver alergias. Tirando casos especiais, em que um médico vai recomendar o uso, não se deve utilizar filtro solar em bebês menores de seis meses.
Mas você pode estar se perguntando: como vou proteger meu bebê do sol? As alternativas para que seu filho não fique muito exposto e queimado pelo sol, nessa idade, são as roupas com fotoproteção, uso de bonés e chapéus, carrinhos de passeio com abas, etc. E, é claro, se puder evitar a exposição da criança ao sol, melhor!
Não se preocupe com a produção de vitamina D: um passeio no fim da tarde é o suficiente. Não é necessário deixá-lo no sol por muito tempo para isso.

Como cuidar do recém-nascido no dia a dia?

No dia a dia, o maior cuidado com a pele do bebê deve ser em relação aos produtos utilizados. Como a pele absorve substâncias com muita facilidade, é mais fácil que surja uma irritação, inflamação, alergia, etc.
Por isso, utilize apenas sabonetes específicos. Enquanto a pele dos adultos produz sebo, que protege a pele e é capaz de inibir o crescimento de bactérias (COLOCAR A FONTE DE REFERÊNCIA DESSA INFORMAÇÃO), a pele dos bebês não produz o suficiente, e o uso de sabonetes fortes pode prejudicá-la. O banho deve ser rápido, com sabonete de pH neutro, dando atenção para as partes que mais ficam suadas, como pescoço, axilas e outras áreas em que as bactérias se reproduzem mais rapidamente.
Ensine a criança desde cedo a evitar o horário em que o sol está mais forte – entre 9h e 16h – e a se proteger do sol. No caso dos bebês, evite andar com ele em lugares muito quentes e ambientes fechados, para prevenir o aparecimento de brotoejas.
Caso seu filho tenha alguma marca de nascença, não se desespere: a maioria delas é benigna. Entre em contato com o pediatra ou dermatologista caso perceba algo  diferente. E aproveite o verão com seu filho bem protegido!