Amamentar não tem que doer

Você sente dor na hora da amamentação? Saiba que isso é comum. Nos primeiros dias pode acontecer algum desconforto pela alta frequência das mamadas, mas mamilos muito doloridos ou rachados é consequência de uma mamada errada do bebê. Quando isso acontece, a posição deve ser corrigida, pois é um sinal de que nem o bebê nem a mãe estão confortáveis. Quando o bebê pega errado, o leite não sai da maneira correta e acaba machucando o seio.

A pega correta é o peito entrar bem fundo na boca da criança e o mamilo ficar encostado no palato mole. Verifique também quando o bebê está mamando e quando está “passando o tempo”: muitas vezes, ele acaba “mastigando” o bico.

Fique atenta à pele do seu seio. A pele pode ser preparada ainda durante a gestação ao lavar os mamilos com bucha vegetal todos os dias no banho para que a pele fique mais grossa e resistente para enfrentar as mamadas posteriores. O clima, resíduos de detergente nas roupas, loções, sabonetes, produtos para cabelo podem ressecar os mamilos. Esse ressecamento favorece as rachaduras e a pele sensível. Nesse caso, use pomadas específicas para hidratar, para que o bebê não estranhe o gosto. Uma dica muito interessante é o uso da casca do mamão papaia, que contém a papaína, substância com alto poder cicatrizante, nas rachaduras dos mamilos. É só cortar um pedaço da casca, de tamanho suficiente para cobrir o mamilo e usá-lo dentro do protetor de seios entre as mamadas. É um santo remédio, é natural, e o bebê não estranha o gosto.

Assista esta entrevista e entenda melhor sobre o assunto.