Como usar o sling para bebês | Hemocord Magazine
sling para bebê

Como usar o sling para bebês

Muitas famílias brasileiras já usam, há alguns anos, os cangurus para carregar seus bebês. Nos últimos tempos, no entanto, surgiu outro tipo de carregador que é mais flexível e pode se encaixar melhor nas necessidades da sua família: o sling para bebês.

Uma tendência entre os pais atualmente, o sling é confortável, aumenta a interação entre a família e pode trazer inúmeras vantagens. Quais benefícios são esses?

Sling para bebês: benefícios para todos

O sling para bebês é um objeto milenar, utilizado em muitas culturas, especialmente por sua praticidade. É possível realizar as atividades do dia a dia enquanto carrega o bebê em uma posição confortável – seja levar o filho mais velho no parque, arrumar a casa ou fazer compras.

Mas esse não é o único benefício que o sling pode proporcionar. Existem outras características capazes de mudar a rotina tanto dos pais quanto do bebê:

  • O sling para bebês aproxima a criança dos pais. Deixando-a em uma posição confortável, ele pode ser útil em momentos em que a criança está chorando ou sentindo dor;
  • Ao contrário do carrinho, ele deixa o bebê em estado de alerta por mais tempo – ele pode observar mais, entrar em contato com o mundo a sua volta, descobrir novas cores e formas, estimulando a atividade mental;
  • Bebês carregados no sling desenvolvem confiança mais cedo, o que os torna mais independentes com a idade;
  • A proximidade e a maior interação entre os pais e o bebê também favorece a autoestima, já que a criança sente que está recebendo mais atenção;
  • O sling para bebês também influencia no sono e na tranquilidade da criança: as que são carregadas no sling choram menos e dormem melhor;
  • Alguns modelos têm uma faixa extra que pode ser usada para dar mais privacidade à mãe e ao bebê na hora da amamentação.

É por causa dessas vantagens que cada vez mais famílias vêm utilizando o sling. Mas muitas pessoas ainda hesitam por medo de não se adaptar à forma de carregar o bebê.

Tipos de sling para bebês: aprenda como usar

O sling para bebês não tem apenas um tipo. Você pode testar vários modelos para descobrir qual é o mais confortável para você, seu companheiro e o bebê, escolhendo aquele ao qual se adaptar mais facilmente. Conheça alguns desses modelos e saiba como usá-los:

Sling de argolas

De tecido e com duas argolas grandes na altura do ombro, ele é ajustável e deve ser usado, preferencialmente, na lateral do corpo. Por sobrecarregar um dos ombros, é recomendável utilizá-lo por períodos mais curtos.

O bebê pode ser colocado em diferentes posições – deitado de lado, com as pernas cruzadas etc. – dependendo do seu tamanho e da necessidade dos pais no momento.

Pouch sling

Feito de tecido maleável, sem ajustes, ele é o mais descomplicado – você só precisa escolher o tamanho certo. Ele também se apoia em um ombro só e, por isso, não deve ser usado por longos períodos de tempo.

Wrap sling

“Wrap”, “enrolar” em inglês, descreve bem esse sling para bebês. Ele não tem apenas um jeito de prender, e sim maneiras de enrolar no corpo, permitindo uma flexibilidade e adaptação maior ao momento, à necessidade dos pais e ao conforto do bebê.

O wrap sling distribui melhor o peso da criança, tendo apoio nos ombros e nas costas. A cabeça do bebê deve ficar na altura do pescoço do adulto, e suas perninhas devem ser posicionadas como se ele estivesse sentado.

Mei tai

Com uma base larga, que acomoda bem a coluna do bebê, esse sling oferece mais conforto para o adulto e para a criança, distribuindo bem o peso, mas exige muita destreza para vestir, regular e amarrar.

E você, está pensando em aderir ao sling para bebês? Já aderiu? Conte pra gente sua experiência usando este acessório.

Além dos slings, os pais também devem se atentar a outros acessórios presentes na rotina do bebê. Um dos principais deles é a chupeta, que você pode promovê-la à heroína ou marcá-la como vilã, mas deve conferir tudo neste texto sobre o uso de chupetas!