Mudanças durante a gestação: o que acontece com os meus cabelos?

Na gestação o corpo da mulher passa por grandes transformações, afinal são muitos hormônios agindo ao mesmo tempo. Por isso, os seios ficam maiores, a pele muitas vezes fica mais oleosa e até o humor pode ficar mais oscilante. Mas, essas mudanças variam de mulher para mulher.

Neste post vamos falar dos cabelos. Durante a gravidez os cabelos da futura mamãe podem mudar em alguns aspectos. Por exemplo, se você considerava ter cabelos oleosos, de repente pode notar os fios mais secos e, se tinha cabelos secos, pode acontecer de notá-los mais oleosos. Os cabelos lisos podem vir a criar cachos e os crespos perderem. O volume das madeixas é outro candidato a variar. Mas tudo tem uma explicação: a grande quantidade de hormônios no corpo da mulher devido à gestação.

Os hormônios da gravidez, sem dúvida, alteram os cabelos. O aumento do nível de estrógeno pode ativar seu crescimento, já a progesterona estimular as glândulas sebáceas, deixando o raiz mais oleosa. Mas calma, normalmente, após o terceiro mês e no máximo até o final da gestação, tudo deve voltar ao normal. Enquanto esse dia não chega, as gestantes podem investir em hidratação para os casos de ressecamento, lavar todos os dias em casos de cabelos oleosos, além de evitar escová-los com muita frequência. O aumento da ingestão de vitaminas e proteínas também pode ajudar, mas neste caso, é aconselhável seguir as orientações de um médico.

Após a gestação também vemos outra alteração nos fios: a tão temida queda de cabelo chamada de eflúvio telógeno. Esta costuma acontecer logo após o parto e persiste por cerca de três meses. Isso é natural, mas é importante que as mamães prestem atenção à boa alimentação, usem shampoos adequados e tenham paciência, pois é uma situação transitória.

2 comentários em “Mudanças durante a gestação: o que acontece com os meus cabelos?

  1. na vdd gostaria de uma resposta…
    ja fiz 4 exames beta e 5 ultrassom em uma semana , e no beta da positivo no ultrassom , nao aparece nada , o que pode ser?
    ouvi dizer que existe gravidez na costela , issu é vdd ?

    1. Prezada Daniele,

      Pode ocorrer do ß-hCG ser positivo e ainda ser bastante cedo para fazer o diagnóstico por ultrassom. A partir de 4 semanas de gestação, o saco gestacional deveria ser visível na cavidade uterina ao ultrassom. Para o acompanhamento da evolução da gravidez em fases iniciais, pode-se fazer o exame chamado ß-hCG quantitativo, que “quantifica” os níveis desse hormônio. Esse deverá subir rapidamente se a gravidez tiver uma evolução normal. Ele difere do ß-hCG qualitativo, onde o resultado é apenas “positivo” ou “negativo”. Quando há persistência do ß-hCG positivo e seus níveis subindo, com ausência de saco gestacional visível na cavidade uterina, deve-se procurá-lo fora do útero, o que seria chamado de “gravidez ectópica”. Nesse caso, deves fazer um acompanhamento bem de perto com o teu ginecologista para tratar essa situação e evitar maiores complicações.

Comentários fechados.